Constelação das artes: os corpos brasileiros na dança

Um curso sobre as potencialidades da dança e os seus desdobramentos históricos. Neste trajeto, os alunos discutem as concepções diversas dessa área de expressão a partir de perspectivas teóricas decoloniais e saberes afro-ameríndios.

DETALHES DO CURSO

  • Tipo: autoformativo
  • Carga horária: 20:00
  • Número de aulas: 12

RECURSOS DO CURSO

  • Vídeos
  • Documentos de leitura
  • Acessível em Libras
  • Quizz interativos
  • Perguntas abertas
  • Legendas

O curso apresenta um panorama reflexivo-poético dos múltiplos contextos da formação de um pensamento sobre a dança no Brasil, ancorado na ideia das corpografias originárias e nas múltiplas perspectivas das construções éticas, estéticas, culturais e históricas a partir do corpo. Com carga horária de 20 horas, o programa é dividido em três eixos: Cartografias das danças do Brasil; Adentrando terras e poéticas das danças brasileiras; e Práticas corporais e processos artísticos. 

No primeiro eixo, busca-se compreender manifestações e potências da dança no Brasil em consonância com as mudanças sociais e as perspectivas históricas que permeiam o seu fazer artístico e o ato de dançar. No segundo, o objetivo é refletir criticamente sobre o percurso do corpo, desde a nossa constituição originária até a contemporaneidade, como uma das chaves para a discussão das identidades brasileiras. Por fim, serão analisados os aspectos culturais, formais e sócio-históricos que envolvem a produção da dança no país, ou seja, o estudo de manifestações culturais e ritualísticas, de tradições e de ancestralidades, até a construção de espetáculos e companhias de dança, tendo em vista os processos de formalização e de institucionalização nessa área.

Os materiais usados no curso foram produzidos pelos professores Aline Serzedello Vilaça, Carla Ávila, Daniel Costa e Rodrigo Monteiro.