Percurso nas artes para professores: arte-educação como prática emancipatória

Nesta etapa do Percurso nas artes para professores, busca-se estimular a reflexão sobre a decolonização da educação e das artes e pelo estudo das artes não ocidentais, provocando um olhar para a construção de novas narrativas no campo das artes visuais.

DETALHES DO CURSO

  • Tipo: autoformativo
  • Carga horária: 10
  • Número de aulas: 32

RECURSOS DO CURSO

  • Videos
  • Documentos de leitura
  • Quizz interativos
  • Perguntas abertas
  • Legendas
  • Audiolivros
  • Acessível em libras

O Percurso nas artes para professores: arte-educação como prática emancipatória busca estimular a reflexão sobre a decolonização da educação e das artes e pelo estudo das artes não ocidentais, em especial as africanas, afro-brasileiras e ameríndias, além de provocar um olhar para a construção de novas narrativas no campo das artes visuais.

Mediados pela educadora e pesquisadora Luciara Ribeiro, os alunos poderão compreender a necessidade de fazer uma revisão das estruturas e dos conceitos que compõem as artes e seus reflexos na educação; identificar as colonialidades do ponto de vista de quem foi espoliado; entender os reflexos coloniais na formação de profissionais para o ensino de artes, desvinculando seus métodos pedagógicos de intenções colonialistas e eurocêntricas; e analisar as restituições das produções artísticas aos seus lugares de origem como parte de um movimento de ressignificação da arte.

O programa de artes visuais na educação faz parte do Percurso nas artes para professores, trajeto que pretende aprofundar os conteúdos de artes e linguagens de expressão para docentes da rede de ensino, oferecendo possibilidades de metodologias e ferramentas nesse campo.